Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Tourada à Portuguesa em Saintes Maries-de-la-Mer

LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio

Saintes Maries-de-la-Mer, cidade des Bouches-du-Rhône, organisou no dia 14 de agosto, a sua Tourada anual à Portuguesa, uma noite bastante agradável que permitiu que a Praça de toiros desta cidade balnear enchesse, para assistir a “famosa Corrida portuguesa com Forcados”.

Por ser uma Corrida à Portuguesa, os toiros recolheram vivos aos currais, não sendo cortados qualquer tipo de troféus.

O Cartel foi composto pelo Rogeneador espagnol Oscar Borjas, pelo Cavaleiro português David Gomes, e pelo Grupo de Forcados Amadores de Portalegre, comandados pelo Cabo Francisco Paralta.

Os cinco toiros, muito bem armados, pertenciam à Ganadaria francesa “Los Galos” da antiga Toureira a cavalo Marie Sara.

Pegaram os toiros, depois de cada lide a cavalo, os Forcados Zé Lobo (à segunda tentativa), Rui Pombo (à terceira tentativa), João Martins (à segunda tentativa), Ricardo Almeida (à primeira tentativa) e Nuno Ferreira (à primeira tentativa).

No final da Tourada, houve “volta e saída a ombros” para os cavaleiros Oscar Borjas e David Gomes. O público francês presenteou o Grupo de Forcados de Portalegre com uma volta ao ruedo debaixo de uma estrondosa ovação.

Mais tarde, o Grupo de Forcados foi recebido por volta das 2h00 da manhã na associação ‘Amicale’ Franco-Portuguesa de Bellegarde, onde lhes foi servido o jantar, e onde fizeram o balanço da noite, saindo do lugar pelas 6h00 da manhã, com rumo a Portugal.

Mais uma vez, o empresário tauromático português Joaquim Pataca mostrou que com uma boa organização e um bom cartel, se conseguem encher as Praças de toiros, sem ter de alterar a nossa cultura tauromática.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
8.9
X