Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Cultura

 

 

A exposição “Tudo o que eu quero – Artistas portuguesas de 1900 a 2020” chegou esta sexta-feira a Tours, dando visibilidades a 40 criadoras portuguesas em terras gaulesas, após ter sido ser mostrada em Portugal.

“Deste conjunto de 40 artistas que selecionámos, oito fizeram os seus estudos em França, algumas tiveram longas estadias. Por exemplo, Lourdes de Castro esteve mais de 20 anos em Paris e só muito recentemente é que teve o devido reconhecimento e há muito por fazer”, disse a cocomissária da exposição, Helena de Freitas, em declarações aos jornalistas.

Esta exposição conta com 200 obras de pintura, escultura, desenho, objeto, livro, instalação, filme e vídeo, produzidas por artistas como Maria Helena Vieira da Silva, Lourdes Castro, Paula Rego e Helena Almeida, mas também Joana Vasconcelos, Maria José Oliveira, Fernanda Fragateiro, Sónia Almeida e Grada Kilomba.

Entre algumas das artistas portuguesas nesta mostra que mais ligações têm a França está Maria Helena Vieira da Silva assim como Lourdes Castro e também Aurélia de Sousa, que estudou em Paris e aí pintou uma das obras simbólicas da exposição, o autorretrato com casaco vermelho.

“Tudo o que eu quero – Artistas portuguesas de 1900 a 2020” ou, em francês, “Tout ce que je veux” vai ficar patente até 04 de setembro, no Centre de Création Contemporaine Olivier Debré, em Tours, integrada no programa geral da Temporada Cruzada França-Portugal.

“É um modo de se poder fazer uma reparação da visibilidade destas mulheres que durante séculos foram sobretudo musas, mas não foram vistas como criadoras. Só muito recentemente conquistaram o direito a ter a sua voz e o seu olhar”, disse a cocomissária.

Originalmente mostrada na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, no verão de 2021, esta exposição conta com curadoria de Helena de Freitas e de Bruno Marchand, tendo sido incluída no Programa Cultural da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia.

Agora em Tours, a exposição teve de se adaptar, sendo que algumas obras não puderam viajar até França e novas obras entraram nesta exposição, tornando-a diferente do que foi mostrado em Lisboa.

“Foi uma grande aventura porque o espaço não é de todo o mesmo, algumas obras não pudemos trazer e foi engraçado procurar outras obras e dar flexibilidade aos próprios temas e encontrar o espírito dentro do lugar”, explicou a cocomissária.

O novo edifício do Centre de Création Contemporaine Olivier Debré foi concebido pelos arquitetos portugueses Manuel e Francisco Aires Mateus, e conta com uma sala preta e uma sala branca de exposições, onde as artistas portuguesas dialogam através de temáticas como o autorretrato, o corpo, a vontade de serem ouvidas ou a política das suas obras.

Patrícia Garrido faz parte deste grupo de 40 artistas e considera-se plenamente parte do conjunto, apresentando obras como “Móveis ao cubo (A.L.T.)” ou “O prazer é todo meu”.

“Eu já fazia parte destas 40 mulheres, agora torna-se só evidente. São pessoas de quem gostei ao longo de toda a vida”, constatou a artista que esteve na visita de imprensa à exposição em Tours.

A Temporada França Portugal 2022 propõe-se, até outubro, a divulgar a cultura portuguesa em França assim como os seus artistas, mas, para Helena de Freitas, investir na divulgação dos artistas portugueses esquecidos pela crítica francesa é um trabalho que deve continuar nos próximos anos. “O que é importante é continuar e que não seja só um episódio. Nós temos muita cumplicidade, nós conhecemos muito da cultura francesa, os franceses começam a conhecer melhor a cultura portuguesa. O que é preciso é não quebrar estes laços”, concluiu.

 

Artistas:

 

Ana Hatherly

Ana Léon

Ana Vidigal

Ana Vieira

Ângela Ferreira

Armanda Duarte

Aurélia de Sousa

Carla Filipe

Clara Menéres

Fernanda Fragateiro

Filipa César

Gabriela Albergaria

Graça Morais

Grada Kilomba

Helena Almeida

Inês Botelho

Isabel Carvalho

Joana Rosa

Joana Vasconcelos

Lourdes Castro

Luísa Cunha

Maria Antónia Siza

Maria Capelo

Maria Helena Vieira da Silva

Maria José Aguiar

Maria José Oliveira

Maria Keil

Maria Lamas

Menez

Mily Possoz

Ofélia Marques

Patrícia Almeida

Patrícia Garrido

Paula Rego

Rosa Carvalho

Rosa Ramalho

Salette Tavares

Sarah Affonso

Sónia Almeida

Susanne Themlitz

 

Donativos LusoJornal

 

X