Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Viseu vai acolher o IV Encontro de Investidores da Diáspora

A Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, manifestou a convicção de que o IV Encontro de Investidores da Diáspora, agendado para Viseu, será mais uma ocasião para que as Comunidades portuguesas no estrangeiro possam conhecer as oportunidades e potencialidades de investimento e internacionalização de produtos de qualidade, que Portugal oferece.

A titular da pasta das Comunidades portuguesas falava a 11 de novembro, nos Paços do Concelho de Viseu, numa cerimónia de apresentação do Encontro de Investidores que terá lugar de 12 a 14 de dezembro.

“Temos uma expectativa alta porque vamos apresentar neste evento novas políticas dirigidas à Diáspora portuguesa. Estas políticas pretendem concorrer para a territorialização do investimento e para que em todo o país haja cada vez mais oportunidades de criação de riqueza e de emprego, tanto para os cidadãos que vivem no território nacional como para os portugueses residentes no estrangeiro e queiram investir ou regressar”, observou Berta Nunes na apresentação do evento.

O Encontro será organizado pela Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas, através do Gabinete de Apoio ao Investidor da Diáspora (GAID), em parceria com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro e com a Comunidade Intermunicipal de Viseu Dão Lafões, com o apoio da Câmara Municipal de Viseu.

Na sua intervenção, Berta Nunes referiu que os Portugueses no estrangeiro podem desempenhar, cada vez mais, um papel importante enquanto investidores diretos em Portugal, mas também enquanto promotores da qualidade dos produtos nacionais nos seus países de acolhimento. “Já não se trata só do mercado da saudade. Cada vez mais os emigrantes dão a conhecer os produtos das suas regiões no país de acolhimento e assim contribuem para as exportações nacionais”, referiu.

Foi ainda assinado um Protocolo de colaboração entre a Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Centro e a Comunidade Intermunicipal de Viseu Dão Lafões (CIM-VDL), tendo em vista a organização da referida iniciativa.

O Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, testemunhou o importante contributo que os emigrantes viseenses têm dado para a dinamização económica do território. “Mais de metade dos investimentos em reabilitação urbana no centro histórico da cidade está a ser executado por portugueses residentes no estrangeiro. Também o vinho do Dão é exportado por via da nossa diáspora, que acaba por o promover”, asseverou.

O Presidente do Conselho Intermunicipal da CIM-VDL, Rogério Mota Abrantes e o Vice-Presidente da CCDR-C, António Veiga Simão, coincidiram na opinião de que o IV Encontro de Investidores da Diáspora proporcionará uma importante oportunidade de diálogo e de cooperação entre empreendedores das Comunidades portuguesas no estrangeiro e empresários do distrito de Viseu e outras forças vivas da região.

A cerimónia contou igualmente com a presença da Coordenadora do GAID, Luísa Pais Lowe, que referiu que as inscrições para o evento têm chegado a bom ritmo e a iniciativa proporcionará uma boa conjugação entre prestação de informação útil, por parte de diversos membros do Governo e responsáveis de entidades públicas, mas também diversos momentos destinados ao estabelecimento de contactos entre os presentes.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
3.8
X