Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Um debate de encerramento da exposição “Paris Haussmann. Modelo de Cidade” vai decorrer a 09 de junho, às 17h00, na Garagem Sul do Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa. Este debate contará com a participação dos arquitetos Éric Lapierre e Gonçalo Byrne, com moderação de André Tavares.

O exemplo de Paris como cidade resiliente, equilibrada e flexível é revelado nesta exposição, inaugurada em março, com mais de cem peças, resultado de uma investigação urbanística recente.

A investigação, do atelier LAN, de Paris, reúne desenhos, planos, arquivos, fotografias de Cyrille Weiner, e maquetes que sustentam descobertas e questões levantadas sobre uma herança que poderia servir de modelo para a cidade do futuro.

A equipa do LAN (Local Architecture Network) – criada por Benoît Jallon e Umberto Napolitano em 2002, com o objetivo de explorar a ideia de arquitetura como uma área de atividade na interseção de várias disciplinas – apresentou este trabalho há um ano no Pavilhão do Arsenal, e agora, pela primeira vez, fora de França.

O ponto de partida foi o trabalho do arquiteto Haussmann, responsável pelo Departamento do Sena, entre 1853 e 1870, que transformou profundamente Paris, acima e abaixo do solo, do centro para a periferia.

A entrada no debate é livre, mediante a apresentação do bilhete para a exposição, que estará patente até 17 de junho, segundo o CCB.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
9.4
X