Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Adélio Longras Ribeiro, de 52 anos, emigrante em França, trabalhando na construção civil como calceteiro, foi encontrado morto no seu quarto na passada sexta-feira em Barcelos.

Adélio Ribeiro, conhecido pela alcunha de ‘Chamuças’, tinha dois filhos: um filho de 16 anos e uma filha de 23 anos, esta ultima residindo nos Estados Unidos.

O emigrante foi encontrado com três golpes na cabeça com uma machada. Segundo informações provenientes dos meios de comunicação portugueses, o filho de 16 anos, Pedro Daniel Ribeiro, terá confessado crime e má relação de longa data com o progenitor. O juiz decretou prisão domiciliária com pulseira eletrónica.

Após uma violenta discussão, Pedro Daniel Ribeiro terá agarrou numa machada e desferido três golpes na cabeça do pai, provocando-lhe a morte. De seguida, com o objeto espetado na testa do progenitor, contactou a mãe e foram avisados os bombeiros e a emergência médica. Não a tempo de evitar o pior.

Tudo indica que o homicídio não foi premeditado e resultou de um impulso de momento. A machada terá sido utilizada como arma por ser um objeto contundente que estava ao alcance do arguido. A vítima ficou atravessada na cama com a lâmina da machada cravada na testa. Foi assim encontrado por uma vizinha à qual o filho de 16 anos pediu ajuda.

O alegado crime ocorreu no interior da casa onde viviam, na freguesia de Pereira, onde Adélio Longras Ribeiro tinha chegado na quinta-feira após a viagem de autocarro entre França e Portugal.

 

LusoJornal Artigos
Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
8.5
X