Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O jantar de solidariedade organizado a 23 de março em Champigny-sur-Marne, a favor de Tânia Lopes, permitiu angariar 14.770 euros dos quais 8.100 euros vão diretamente para a conta de Tânia em Portugal.

A iniciativa organizada por Irene de Oliveira Carmo e Fátima Coimbra teve lugar no restaurante O Cumeada, em Champigny-sur-Marne, como nos disse Irene de Oliveira Carmo que também acrescentou que “havia 40 pessoas que participaram, mas que não vieram ao jantar”.

“Foi uma noite espetacular. Vi felicidade no rosto de toda a gente. As pessoas estavam felizes, foram respeitosas e aproveitaram este momento. Foi muita, muita emoção. Tantas pessoas quiseram ajudar a Tânia. Foi incrível”, assegurou Irene de Oliveira Carmo ao LusoJornal.

“É com grande emoção que vivo este momento de partilha com a finalidade de ajudarmos a Tânia a renascer, proporcionando-lhe a chance de beneficiar de apoio financeiro que lhe permitirá prosseguir os tratamentos, para a sua total recuperação física e psicológica” disse a coorganizadora no seu discurso. “Devo, em primeiro lugar, elogiar a força e determinação das pessoas que me acompanharam na organização deste evento sem as quais não estaríamos aqui. Não teríamos este grande movimento de solidariedade e de esperança”. Depois Irene de Oliveira Carmo agradeceu Fátima Coimbra, Hugo Manuel e Elisabete Oliveira, “que são vizinhos da Tânia, e nos falaram da situação dramática em que se encontra a Tânia e a sua família”, agradeceu ao marido “que me deu coragem para avançar com este projeto” e enalteceu “os donativos e as dezenas de mensagens de apoio, de reconforto, dirigidos à Tânia por pessoas individuais, por empresas, por associações – gostaria de agradecer a todos, que não posso nomear por serem tão numerosos”.

A noite foi animada pelo grupo “100 Limit”, que foi “fabuloso”, sublinhou uma das organizadoras, e contou com mesas inteiras reservadas por exemplo por Fernando Lopes, Diretor da Rádio Alfa, pela associação Hirond’Ailes, pela associação “Les Amis du Plateau” ou ainda pelo empresário Carlos Barros.

Um jantar que permitiu angariar 14.770 euros no total, no entanto cerca de 6.700 foram para as despesas do restaurante, enquanto 8.100 euros vão diretamente para a conta de Tânia Alves que é gerida por uma assistente social e a mãe de Tânia.

“Estou imensamente orgulhosa de todos vós, de todos nós, que estamos aqui para dar a mão a quem precisa de ajuda, provando que enquanto houver mulheres e homens como nós, podemos ter fé na humanidade. A Tânia pode contar connosco” disse Irene de Oliveira Carmo emocionada.

A coorganizadora lembrou que receberam uma longa carta da Assistente Social, Inês Ponte, do Centro de Saúde da Junta de Freguesia de Abiúl, que acompanhou a Tânia e que enalteceu “a disponibilidade e empenho oferecidos para tornar realidade este evento, para tornar realidade a recuperação de Tânia”.

No entanto a iniciativa não acaba por aqui. “É necessário as pessoas continuarem a ajudar a Tânia com doações. Temos de continuar. Admito que o apoio do LusoJornal foi importante visto que uma pessoa do Luxemburgo ligou-me em relação à situação da Tânia. Falámos e a história acaba com a entrega de um telemóvel à Tânia da parte de pessoas que vivem no Luxemburgo, que em pouco tempo angariaram 540 euros para esse objetivo. Aliás não foram os únicos. Pessoas provenientes de Braga também souberam da iniciativa através do LusoJornal. Todo o apoio como aquele da comunicação social é sempre importante”, realçou Irene de Oliveira Carmo.

Recorde-se que Tânia Lopes mora em Pombal (Vale Perneto) e, após uma operação para remover um tumor cerebral, deixou de falar, de andar, está agora dependente dos pais e do marido. Recorde-se ainda que os tratamentos de fisioterapia são longos e pouco ou nada suportados pela Segurança Social em Portugal.

Eis os contactos para quem quiser ajudar Tânia Lopes.

Irene Oliveira: 06.13.29.25.88

Fátima Coimbra: 06.10.82.67.46.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
6.8
X