Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A mulher portuguesa que escondeu a filha na mala do carro, e acusada de lhe ter causado profundos atrasos de desenvolvimento físico e mental, foi ontem condenada a cinco anos de prisão, com três anos de pena suspensa, anunciou fonte judicial.

Serena, a filha de Rosa Cruz, foi encontrada em 2013 dentro da mala de um carro quando tinha dois anos.

Rosa Cruz já dormiu esta noite na prisão e pode recorrer da sentença pronunciada por um tribunal em Corrèze, centro da França.

O Ministério Público tinha pedido oito anos de prisão efetiva para a cidadã portuguesa, que manteve a filha escondida durante dois anos na cave da sua casa e mala do carro.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
3.4
X