Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Uma queixa-crime por suspeitas de burla foi apresentada por um empresário francês contra o porta-voz do sindicato dos motoristas, Pardal Henriques (na foto). Uma investigação que foi confirmada pela Procuradoria-Geral da República portuguesa.

O advogado Pedro Pardal Henriques disse que vai aguardar com tranquilidade o inquérito em investigação no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

A queixa-crime por burla foi apresentada por um empresário francês interessado em abrir negócios em Portugal, e que alega que Pedro Pardal Henriques lhe ficou a dever mais de 85 mil euros, depois de se ter comprometido a comprar, em seu nome, uma propriedade no centro do país.

«Aguardamos com tranquilidade, com a mesma tranquilidade que tenho para enfrentar todas as lutas (…), a mesma tranquilidade com que estarei para me defender de qualquer hipotética burla que não existe, por isso estou perfeitamente descansado», acrescentou o porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP).

 

LusoJornal Artigos
Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
6.9
X