Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A Vianagrés tem como principais mercados a França, a Alemanha, ou os Estados Unidos, entre outros. No entanto a fábrica de cerâmica, que está instalada na freguesia de Carvoeiro nos arredores de Viana do Castelo, vai continuar a investir. Para a ampliação e a modernização das instalações, a empresa vai injetar quatro milhões de euros.

As obras deverão estar concluídas para o final do primeiro semestre de 2019. Esta aumentação do investimento vai fazer com que o número de postos de trabalho suba de 60 para 80.

De referir que cerca de 60% da atividade da empresa é produzida para exportação, sendo o território francês um dos principais mercados.

Instalada há mais de três décadas na freguesia de Carvoeiro, é uma das últimas do género na região, a fábrica Vianagrés pertencia ao grupo de construção civil e obras públicas Aurélio Martins Sobreiro, que encerrou atividade em 2012 face a dívidas na ordem dos 31,3 milhões de euros. Depois de ter estado insolvente durante um ano e meio, a Vianagrés foi comprada por uma empresa da Póvoa do Lanhoso, Moura e Silva S.A.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
8.0
X