Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A Câmara de comércio e indústria franco-portuguesa (CCIFP) foi a primeira câmara de comércio portuguesa no estrangeiro a obter o reconhecimento de Utilidade Pública, por decreto do Governo português do dia 7 de março, mas só agora anunciada aos membros desta instituição franco-portuguesa.

“Fomos a primeira Câmara de comércio bilateral, de entre as 54 existentes, a beneficiar deste estatuto” escreve o Presidente Carlos Vinhas Pereira aos membros da CCIFP, evocando “orgulho”.

Esta era uma velha aspiração da CCIFP, que este Governo concretizou, através das intervenções do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, e do Secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias. Ambos visitaram a Câmara de comércio em Paris, e os dirigentes da CCIFP multiplicaram os encontros com os Ministros da Economia, Finanças e Negócios Estrangeiros, assim como com o próprio Primeiro Ministro.

Carlos Vinhas Pereira considera que uma das razões que contribuiu para esta decisão do Governo português é a ação da CCIFP na promoção do mercado imobiliário, através da organização do Salão do imobiliário português em Paris, mas também “a nossa mobilização em favor do investimento e da criação de empresas em Portugal, graças às informações e aconselhamento propostos quotidianamente pelas equipas da CCIFP”.

“Hoje, o nosso objetivo é de nos apoiarmos neste novo estatuto para ir mais longe: propor novos serviços, continuar com a nossa contribuição ao desenvolvimento de novos setores de atividade, ampliar a nossa cooperação com as economias territoriais em França e em Portugal, e assim, melhor servir as espectativas dos nossos membros”.

A Assembleia Geral da CCIFP está marcada para o próximo dia 11 de abril, nos salões da Embaixada de Portugal em Paris.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 8 Votos
2.6
X