Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

João de Melo Alvim (na foto), até agora Cônsul Geral Adjunto de Portugal em Paris, vai deixar a capital francesa e foi transferido para a Embaixada de Portugal em Belgrado, na Sérvia.

O despacho de mutação foi publicado esta manhã no Diário da República, que contém também a nomeação do novo Cônsul Geral Adjunto de Portugal em Paris, que passa a ser Filipe Ramalho Ortigão.

João de Melo Alvim assumiu as funções de Cônsul Geral Adjunto em Paris em outubro de 2016, depois de ter sido Adjunto da Secretária Geral do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Durante a sua passagem por Paris, destacou-se em três intervenções difíceis: esteve na linha da frente quando a tempestade Irma destruiu parte das Antilhas Francesas e foi necessário repatriar os Portugueses que ali viviam; acompanhou o então Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas numa intervenção de urgência para dar apoio aos Portugueses vítimas das últimas cheias em Moçambique e em particular na cidade da Beira; e mais recentemente, aquando da primeira vaga de Covid-19, disponibilizou-se para seguir de Paris até à China no avião fretado pela França para repatriar Europeus, entre os quais 18 Portugueses, depois disso teve de ficar em quarentena.

Com 44 anos de idade, Filipe Ramalho Ortigão é de Lisboa, licenciado em Relações Internacionais pela Universidade Lusíada (2000) e pós-graduado em Teoria e Prática Diplomática pela Universidade Lusíada de Lisboa. Integrou a carreira diplomática em dezembro de 2008.

Esteve destacado na AICEP durante quase um ano, foi Adjunto no Gabinete do Ministro dos Negócios Estrangeiros e depois Técnico especialista do Gabinete do Ministro da Economia, António Pires de Lima. Também integrou a Missão Permanente de Portugal junto do Tratado do Atlântico Norte – DELNATO, em Bruxelas.

 

Comunidade
X