Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Ao abrigo do direito de resposta referente à vossa notícia de 23 de junho de 2020, solicito a publicação da seguinte informação:

Em 2011, o Presidente da Liga dos Combatentes deslocou-se a Boulogne-sur-mer onde constatou no cemitério de combatentes portugueses, o estado das campas e do altar em frente ao monumento ali existente, tendo este prestado homenagem aos Combatentes ali sepultados colocando uma coroa de flores sobre o altar.

Foram seguidamente solicitados orçamentos para beneficiação do altar e do Monumento. Face às verbas envolvidas na manutenção do Monumento foram executadas em 2012 as obras de recuperação do altar, no valor de 4.760,48 euros, a expensas da Liga dos Combatentes.

Este arranjo mereceu do então Adido de Defesa em Paris o seguinte comentário: “O resultado parece-me muito bom, pois alterou totalmente a impressão causada a quem entra no cemitério”.

Para além do orçamento disponível para manutenção do Monumento, foram estabelecidos contactos com o The Commonwealth War Graves Commission (CWGC), para dados sobre a sua larga experiência na matéria.

Em 2014, aquando da evocação do 9 de abril, em Richebourg e La Couture, foi sugerida uma visita da Secretária de Estado da Defesa Nacional – Dr.ª Berta Cabral a Boulogne-sur-mer. Acompanhada do Presidente da Liga dos Combatentes, visitou a Mairie local e com as entidades municipais de Boulogne-sur-mer foi visitado o cemitério, tendo como finalidade a recuperação do Monumento. A partir de 2014 o orçamento e a necessidade de intervenção constou de todos os Planos de Atividades e Orçamentos da Liga dos Combatentes, solicitando aos Governos a verba necessária para a efetivação das obras.

No ano em curso foi obtido o apoio do Estado-Maior-General das Forças Armadas. Foi então solicitado novo orçamento com idêntica finalidade. Neste momento estão solicitadas as entidades francesas, para poderem ser iniciadas as obras de beneficiação do Monumento de Boulogne-sur-mer, as quais terão início logo que recebida anuência.

 

Tenente-general Joaquim Chito Rodrigues

Presidente da Liga dos Combatentes

 

Opinião
X