Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Domingo de Ramos reuniu comunidades católicas portuguesas de Lyon

LusoJornal / Jorge Campos LusoJornal / Jorge Campos LusoJornal / Jorge Campos LusoJornal / Jorge Campos

No domingo passado, dia 25 de março, e também domingo de Ramos nas festas litúrgicas católicas, a Comunidade portuguesa reuniu-se para a celebração da procissão e benção dos ramos seguida da eucaristia, na Paróquia de St. Familia, em Villeurbanne.

«Hoje reunimos nesta Paróquia todas as Comunidades, Comunidades onde em diferentes partes da cidade se celebra a eucaristia em português. A Comunidade da Natividade é a mais antiga, e onde a Comunidade portuguesa se reúne desde os anos 75, a de St. Bruno, na Croix Rousse, St. Luc de St Foy-lès-Lyon, e de Sta. Familia, em Villeurbanne» explica o Padre Cónego Eric Besson, Capelão da Comunidade portuguesa na Diocese de Lyon. «A igreja estava cheia e a Fé Cristã estava bem presente e visível em cada um. Assim vamos dar início a esta Semana Santa. Mas é pena que, sabendo que são perto de quarenta mil Portugueses a viverem no Grande Lyon, e esta assembleia de hoje não representava mais que 0,2% do global. Mas hoje fizemos aqui um passo muito importante, que foi de reunirmos todas as Comunidades num só grupo coral e numa só assembleia dominical, o que já não se fazia há mais de 9 anos. Foi muito positiva esta iniciativa de todos, e também a adesão aqui verificada» concluiu o Padre Eric Besson.

«Todos participaram à sua maneira, desde os meninos da Catequese, que aqui reunimos, os dois polos existentes, os Catequistas, os pais que felicitamos, pois muitos estiveram presentes acompanhando os seus filhos. Foi uma celebração muito bonita e cheia de símbolos para o futuro dos quais devemos depois tirar lições positivas com harmonia, paz e amizade» disse por seu lado a Responsável pela Catequese, Isabel Santos, ao LusoJornal.

«Hoje a espiritualidade no seio da Comunidade portuguesa esta ‘muito fraca’. Os valores e as tradições espirituais não despertam interesse, e daí este afastar da igreja e das práticas religiosas. E isto podemos verificá-lo em todas as idades, pois mesmo os mais velhos se afastam e perdem o interesse na prática religiosa quando deveriam ser eles as testemunhas e os exemplos» acrescentou ao LusoJornal Georgina Santos.

A Comunidade católica portuguesa da região de Lyon vai viver o Domingo de Páscoa em dois locais de celebração: na Natividade às 9h00 e em St Bruno às 10h30, no próximo domingo 1° de abril.

Também já se prepara a organização das festas em honra de Nossa Senhora de Fátima em Fourvière, que este ano está agendada para o fim de semana de 12 e 13 de maio.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
9.7
X