Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

 

As escolas profissionais têm um papel chave na sociedade e no tecido empresarial, com uma influencia direta na educação e formação da sociedade, e com uma consequente responsabilidade na criação dos novos empreendedores e das novas empresas do futuro.

Existem atualmente mais de 200 escolas profissionais, que podemos encontrar por todo o país, a preparar os nossos alunos para a construção de um futuro profissional e para o prosseguimento de estudos no ensino superior.

O ensino profissional apareceu como uma alternativa para alunos que queriam definir o seu percurso com base na vocação e não nos seus resultados escolares, criando-se desta forma um novo paradigma da educação.

Portugal desenvolve ensino profissional há cerca de 30 anos, convicto que os recursos humanos de um país são um fator diferenciador nesta sociedade global à qual Portugal pertence. E diz-nos a experiência destes 30 anos que quando um aluno do ensino profissional ingressa no ensino superior, regra geral, revela melhores resultados do que os outros alunos, pois, contrariamente ao ensino regular, este sai com aptidão para estar em empresas, em contexto de trabalho, pronto para saber comunicar com terceiros.

Por outro lado, se as empresas detetam um bom aluno no estágio, existe de imediato a possibilidade de poderem ficar logo com ele. Normalmente, ganham remunerações mais elevadas do que os alunos que saem do científico-humanístico diretamente para o mercado de trabalho. Também quando ingressa no ensino superior, regra geral, revela melhores resultados do que os outros alunos, precisamente pelas características próprias e diferenciadoras que o ensino profissional contempla.

As Escolas Profissionais estão empenhadas em contribuir de forma decisiva para a valorização e capacitação profissional dos jovens do país, dotando o país de técnicos qualificados nas diversas áreas profissionais do mercado de trabalho, procurando dar resposta às necessidades em função dos territórios onde estão inseridas.

Nesta época, em que termina um ano letivo e se prepara o próximo, as escolas profissionais estão a recrutar novos alunos e a potenciar novos cursos, ajustados às necessidades do mercado de trabalho, mas também, tendo em conta os cursos mais procurados e aqueles que oferecem no curto/médio prazo, maiores garantias de empregabilidade.

 

O exemplo da Escola Profissional de Sernancelhe

Entre as mais de 200 escolas profissionais, trago aqui o exemplo da ESPROSER – Escola Profissional de Sernancelhe, situada num município do interior, território de baixa densidade, localizada a norte do distrito de Viseu e área territorial da CIM Douro. E escolho este exemplo, cujo lema e desafio da instituição “A aventura começa aqui e o teu futuro também!”, cujas inscrições para o próximo ano letivo de 2021/2022 estão abertas e a oferecer Cursos Profissionais de Dupla Certificação – entrada direta no mercado de trabalho e/ou prosseguimento de estudos superiores – em quatro áreas distintas: Cozinha e Pastelaria; Multimédia; Auxiliar de Saúde; Eletrónica, Automação e Computadores.

Além dos cursos previstos, esta escola profissional está a fazer uma grande aposta de recrutamento e a oferecer um conjunto de apoios aos alunos que ingressem na ESPROSER (Inscrições on-line no site: www.esproser.pt), no próximo ano letivo, nomeadamente: Computador Portátil; Farda e/ou kit pedagógico; Transporte ou alojamento gratuito; Refeições grátis; Visitas de estudo grátis; Estágio nas melhores empresas do mercado; Salas de aula e de apoio virtuais – Plataforma ZOOM profissional; Gabinete de inserção na vida ativa; Disponibilização de material pedagógico na plataforma on-line da escola.

Além de todos estes apoios, a Câmara municipal de Sernancelhe assume-se como importante parceiro, empenhada em acrescentar um conjunto de ofertas e mais valias aos estudantes que decidam vir estudar neste município, com vantagens e apoios únicos no país.

Se no passado os alunos da ESPROSER eram oriundos dos diversos municípios vizinhos e também alunos dos PALOP’s, hoje esta Escola profissional quer alargar o desafio e a oferta a um publico especial – os lusodescendentes das Comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo, com especial ênfase oriundos da Europa, devido à sua proximidade.

Sernancelhe, é um município de forte tradição de emigração, sobretudo, a residir em França, lançando assim o desafio aos jovens lusodescendentes franceses para regressarem a Portugal e construir aqui um futuro. No fundo, escolherem o seu futuro, começarem aqui uma aventura com futuro, cuja ESPROSER, reservou um contingente especial de vagas para os jovens desse país, uma grande parte filhos da terra que no passado decidiram emigrar para esse país à procura de melhores condições de vida, mas que atualmente desejam regressar.

Uma decisão que poderá mudar a vida dos lusodescendentes e construir um futuro em Portugal, contribuindo para a construção de um Portugal ativo, um Portugal com ambição, um Portugal competitivo.

 

José Governo

 

Opinião

 

X