Vinho Madeira com quebras de 30% em quantidade e 26% em valor para a França no 3º trimestre

Empresas

 

A comercialização do Vinho Madeira rondou os 698 mil litros e gerou receitas de 5,1 milhões de euros no terceiro trimestre deste ano, quebras de 10% em quantidade e 5,2% em valor, em termos homólogos.

De realçar que se registou-se uma quebra das vendas para o mercado francês, que é o mais importante mercado europeu, apresentando “variações de menos 30,4% (quantidade) e menos 26,1% (valor)”.

Esta avaliação consta da informação divulgada pela Direção Regional de Estatística da Madeira, com base nos dados fornecidos pelo Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato VBAM), numa comparação com os valores do mesmo período do ano passado.

Segundo a mesma análise, “apenas as vendas em território nacional contrariaram as quedas registadas nos mercados interno e extracomunitário, que pela sua expressão determinaram a queda global”.

A comercialização no mercado nacional foi na ordem dos 138 mil litros (mais 44,1% em comparação com o período homólogo), o que permitiu receitas superiores a 1,3 milhões de euros (mais 49,8%), sendo 1,1 ME de vendas efetuadas nesta região autónoma.

Quanto às exportações, os dados indicam que as realizadas para os países da União Europeia “foram de 313,7 mil litros, gerando uma valorização de 1,6 milhões de euros, o que representou variações homólogas de -23,8% e de -9,8%, em volume e em valor, pela mesma ordem”.

Já as exportações para países terceiros “ficaram-se pelos 246,4 mil litros”, o que significa uma receita na ordem dos 2,2 milhões de euros, traduzindo diminuições de 8,0% e 20,2%, respetivamente.

 

Donativos LusoJornal